A passagem (Páscoa) para a vida

Tempo de leitura: 3 minutos

O caminho que Jesus percorreu ao ser sentenciado por Pôncio Pilatos até o Calvário (Gólgota), significa “o caminho das dores” ou Via Dolorosa, esta denominada Estações da Cruz, são uma narração das horas finais da vida de Jesus Cristo na terra que continua a oferecer convicção espiritual para cada cristão. As Estações da Cruz servem como um lembrete da forma humilde em que Jesus estava disposto a colocar de lado qualquer privilégio da divindade a fim de fornecer um caminho para a salvação através do Seu sacrifício.

via dolorosa

Desde que os cristãos começaram a vir à Terra Santa, eles percorrem o último caminho de Jesus, estabelecido como a Via Crucis.

Via Dolorosa (1)Na forma tradicional das Estações da Cruz, no entanto, as estações 3, 4, 6, 7 e 9 não são explicitamente bíblicas. Como resultado, o bíblico “Caminho da Cruz” foi desenvolvido.

Abaixo estão as descrições bíblicas das 14 Estações da Cruz.

1 Estação da Cruz: Jesus no Monte das Oliveiras (Lucas 22:39-46).

2 Estação da Cruz: Jesus é traído por Judas e preso (Lucas 22:47-48).

3 Estação da Cruz: Jesus é condenado pelo Sinédrio (Lucas 22:66-71).

4 Estação da Cruz: Pedro nega Jesus (Lucas 22:54-62).

5 Estação da Cruz: Jesus é julgado por Pôncio Pilatos (Lucas 23:13-25).

6 Estação da Cruz: Jesus é açoitado e coroado com espinhos (Lucas 23:63-65).

7 Estação da Cruz: Jesus toma a Sua cruz (Marcos 15:20).

8 Estação da Cruz: Simão de Cireneu ajuda Jesus a carregar a Sua cruz (Lucas 23:26).

9 Estação da Cruz: Jesus encontra as mulheres de Jerusalém (Lucas 23:27-31).

10 Estação da Cruz: Jesus é crucificado (Lucas 23:33-47).

11 Estação da Cruz: Jesus promete o Seu reino ao ladrão que crê (Lucas 23:43).

12 Estação da Cruz: Jesus na cruz fala com sua mãe e seus discípulos (Lucas 23:48-49).

13 Estação da Cruz: Jesus morre na cruz (Lucas 23:44-46).

14 Estação da Cruz: Jesus é colocado no sepulcro (Lucas 23:50-54).

Você sabe o que significa o número 14 na Bíblia?

No Evangelho de Mateus aparece organizado pela numerologia hebraica o número 14, ligando Jesus à História Judaica.”Então todas as gerações, desde Abraão até Davi, são 14, desde Davi até a expulsão para Babilônia, 14, e desde a expulsão à Babilônia até Cristo, 14″ (Mateus.1:17).

O Evangelho de Mateus apresenta Jesus como Rei Davídico que governará Israel. Como indica o versículo, a conexão é o número 14.

O nome do Rei David (דוד) em Hebraico tem valor numérico 14 (ד=4, ו=6, ד= 4).

crono_abraao_jesus

Esta conexão também está refletida nos dias de hoje, onde se celebra a Páscoa Cristã e o Pessach Judaico (פסח). Em ambos se comemora um acontecimento triunfal.

HE IS NOT HERE, FOR HE IS

O grande sacrifício de Jesus não só se tornou a expiação dos pecados do homem, mas também tornou-se a vitória contra a morte, a qual de qualquer outra forma teria sido o destino inevitável de todos os homens que nascem sob a maldição do pecado.

Porque Deus é amoroso e misericordioso, Ele enviou o Seu Filho unigênito para pagar a pena pelos nossos pecados. É fácil supor que a falta de vontade do homem de se render totalmente em obediência à Palavra de Deus e a lei seja resultado de sua falta de conhecimento e sabedoria.

A ironia dessa conclusão é que a fatalidade produzida para Jesus na cruz se torna a fatalidade espiritual para aqueles incapazes de superar a mesma ignorância que ainda assola grande parte da humanidade.

O que nos separa de Deus é não aceitar o dom da salvação, dado gratuitamente pela graça, por Jesus, pelo Seu sacrifício.

Fonte: Israel Institute of Biblical Studies/GotQuestion.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *